Em 2021, o Dia da Mulher será marcado pela maior ocupação feminina desde que o terminal iniciou suas operações, em 2013.

A DP World Santos, um dos maiores e mais modernos terminais privados multipropósito do país, instalado na margem esquerda do Porto de Santos, está entrando em seu oitavo ano operacional. Neste período, várias conquistas vêm sendo celebradas – uma delas é voltada à participação das mulheres no setor portuário. A empresa contabiliza hoje 176 mulheres em seu quadro de funcionários, um aumento de 85% em comparação a 2013, quando o número era de apenas 95.

A presença feminina está distribuída em praticamente todos os departamentos da DP World Santos, desde os administrativos (como Financeiro, Jurídico, Comercial, Meio Ambiente, entre outros) até os operacionais. Para se ter uma ideia, somente nas atividades operacionais são mais de 100 delas, ocupando espaços antes preenchidos majoritariamente por homens.

Há mulheres líderes de armazéns, operadoras de carretas, operadoras de empilhadeiras de pequeno e grande porte, operadoras de RTG (sigla para Rubber Tyred Gantry, guindaste responsável por empilhar contêineres), vistoriadoras, conferentes de cargas, técnicas de segurança do trabalho e, inclusive, operadoras de ponte rolante.

A recente expansão da infraestrutura para se tornar um complexo multipropósito e a nova oferta de serviços oferecidos pela DP World Santos contribuíram para a inserção de mais mulheres no mercado de trabalho. Somente nas operações de celulose, foram contratadas recentemente cerca de 30 operadoras.

As estatísticas também são positivas quando se fala em desenvolvimento de carreira: ao longo de 2019 foram registradas mais de 37 promoções para o público feminino. Em 2020, foram 26 promoções. O compromisso, no entanto, está em intensificar a presença delas na empresa e desenvolvê-las para assumirem cargos de liderança.

Para sustentar essas iniciativas, a DP World Santos conta com o Programa Global DPWorld4Women, iniciativa que busca apoiar mulheres em todas as suas unidades, por meio de programas de mentoria e outras iniciativas realizadas ao longo do ano. Na DP World Santos, o programa MentorHer – que consiste em sessões de mentoria de profissionais sêniores para mulheres em ascensão de carreira – já está em sua terceira edição, tendo formado mais de 40 participantes.

“O que antes era incomum, hoje virou nossa meta. Sabemos que muito ainda precisa ser feito, mas o Grupo DP World tem como uma das premissas de sustentabilidade a valorização e o empoderamento da mulher no mercado de trabalho. Estamos trabalhando nesta agenda, pois entendemos que a mulher tem muito a oferecer e merece ser protagonista no setor pela sua competência e qualificação”, explica Lenilton Jordão, Diretor de Pessoas.

Conheça algumas das mulheres que estão fazendo história na área portuária: